NÚCLEO TECNOLÓGICO MUNICIPAL

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Estado se destaca na área de formação de servidores



Fonte: Assessoria SEDUC

Mato Grosso aparece em posição de destaque no cenário nacional no quesito formação de profissionais, ofertada por meio do Programa Nacional de Tecnologia Educacional (Proinfo), que promove o uso das Tecnologias e Comunicações (TICs) na rede pública. Informações da coordenação de Formação e Tecnologia apontam o Estado na primeira colocação global, com cerca de 31 mil formações, frente as demais unidades federativas.


No ano de 2010, um total de 16.102 profissionais participaram das formação em Introdução à Educação Digital (IED), com carga horária de 40h/aulas. Outros 11,6 mil participaram das aulas em TICs: Tecnologia da Educação, que tem carga horária de 100h/aula. E ainda 3,9 mil participaram das atividades desenvolvidas por meio do Projeto Integrado de Tecnologia de Currículo (Pitec), que possui carga horária de 40h/aulas. As informações constam no Sistema de Informações-Proinfo.

Edevamilton de Lima Oliveira, coordenador de Formação e Tecnologia, que atua junto a Superintendência de Formação da Secretaria de Educação em Mato Grosso (Seduc/MT), explica que todas as capacitações foram ofertadas por meio dos 15 Cefapros (Centro de Formação e Atualização de Professores) e também por meio dos Núcleos de Tecnologias Municipais (NTMs) das cidades de Várzea Grande, Sinop e Terra Nova do Norte. Em Cuiabá o NTE está em fase de estruturação. Para este ano, informa, a intenção é a de que a primeira capacitação já aconteça no mês de março.

Como a demanda de profissionais a serem capacitados é grande, o Ministério da Educação (MEC) disponibiliza recursos para contratação de multiplicadores bolsistas que atuam junto aos Cefapros. "O processo de seleção é feito por cada Cefapro, via recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), para a contratação. A eles cabe a formação e, a nós, a gestão dos contratos", explica. No ano passado o investimento com o pagamento dos mutiplicadores chegou a R$ 1,171 mi.

Ele ainda pontua que "o foco do programa é o atendimento daqueles profissionais que atuam em unidades que possuem laboratório de informática e, para 2011, o Proinfo concedeu aos Estados a possibilidade de adesão direta às atas. Na prática, os Estados poderão fazer a aquisição de maneira direta, a partir deste ano".

Ainda segundo Oliveira, todo o material está disponível nos blogs dos Cefapros e também por meio do site www.tecmt.com.br Qualquer cidadão pode acessar e usufruir do conteúdo, entretanto, a certificação só é emitida por meio dos 15 Centros de Formação e Atualização de Professores.

Fonte: Só Notícias
Post. Prof. Nilton Matsui

Nenhum comentário:

Postar um comentário