NÚCLEO TECNOLÓGICO MUNICIPAL

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Educação: investimentos em obras e construções ultrapassam R$ 16 milhões

Com várias obras em andamento na educação desde 2010, os investimentos da Administração Municipal na Secretaria de Educação ultrapassam os R$ 16 milhões. Entre os destaques estão as reformas e ampliações das Escolas Municipais Valter Kunze e Belo Ramo, a construção de quatro quadras cobertas, a construção de seis novos Centros Municipais de Educação Infantil, avaliados em R$ 9 milhões.


Também está em pauta o investimento na educação do campo com a construção da escola na comunidade Campos Novos, avaliada em R$ 800 mil; outro item é a reforma da creche do Alto da Glória, investimento de  R$ 650 mil; a edificação da Escola do Menino Jesus I em R$ 876 mil; investimentos em ônibus escolares com um valor total de R$ 780 mil. Além do projeto em andamento para construção de uma nova escola no Jardim Violetas, contemplando os alunos que atualmente estudam no Centro Educacional anexo à Unemat. O projeto prevê a construção de uma escola com dois pisos, com16 salas de aula, laboratório de informática, educação em tempo integral, avaliada em R$ 2,5 milhões. A nova escola irá possibilitar condições adequadas de estudo para 900 estudantes.


O prefeito Juarez Costa salienta que os investimentos demonstram o comprometimento da Administração com o setor da educação. “Temos valores de recursos próprios, outros de convênios estaduais e federais, buscamos todos os caminhos possíveis para dar condições de melhoria e ampliar o acesso à educação. Hoje nos orgulhamos desse setor com escolas climatizadas, alto padrão de tecnologia”, apontou. Outro destaque no setor é o programa Escola Digital que prevê a aquisição de 100 lousas digitais, 1,5 mil notebooks e 3 mil net bocks para 2012 visando a ampliação do uso da informática nas escolas municipais.


 Na seqüência, confira como estão as obras:

TV Escola vai adotar plataformas interativas na programação em 2012

  Rio de Janeiro — A TV Escola do Ministério da Educação prepara-se para atuar, a partir do próximo ano, como uma plataforma interativa de distribuição de conteúdo audiovisual. Com isso, pretende aprimorar a aprendizagem e as práticas de ensino.

A proposta da TV Escola, agora subordinada à Secretaria de Educação Básica (SEB) do MEC, ganha impulso a partir das idéias e experiências sobre interatividade, convergência de mídias e produção de conteúdos digitais para as escolas públicas compartilhadas no encontro Educação e Novos Paradigmas (EduTec), realizado nesta terça-feira, 6, no Rio de Janeiro. As discussões sobre inovações tecnológicas desenvolvidas em várias partes do mundo e suas múltiplas utilizações na educação já induzem a mudanças, como a que se propõe a TV Escola.

Ao longo deste ano, foi desenvolvido trabalho específico de avaliação de um novo formato para ela, até se chegar à realização do encontro da EduTec. “A TV Escola, agora sob a coordenação da SEB, é uma agenda urgente para a educação”, afirma a secretária de educação básica do MEC, Maria do Pilar Lacerda. “Queremos explorá-la da melhor forma possível para que seja um avançado espaço de diálogo e aprofundamento da educação, com a participação de todos.”

O coordenador de mídias e conteúdos digitais do MEC, Érico da Silveira, salienta que em 2012 a TV Escola já usará plataformas de mídias de forma articulada. “A EduTec simboliza uma refundação da TV Escola, que está sendo redesenhada para integrar ferramentas como o Banco de Objetos Educativos, o Portal do Professor e demais conteúdos digitais da educação básica”, disse.

Outro avanço anunciado por Silveira é a ampliação da parceria da TV Escola com a TV Brasil. Isso permitirá a disseminação da programação também por meio de um canal de televisão aberta, além do satélite e da internet, atualmente disponíveis.

Assessoria de Imprensa da SEB

Leia mais sobre a EduTec:
Adquirir conhecimentos ficará mais fácil com novas tecnologias
Papel das novas tecnologias na educação é tema de encontro
Evento discute experiências com novas tecnologias e usos em escolas públicas

Palavras-chave: educação básica, TV Escola, tecnologia na educação, EduTec