NÚCLEO TECNOLÓGICO MUNICIPAL

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Kit de livros e vídeo pedagógico estimulam a leitura na primeira infância

18.08.2014 - UNESCO Office in Brasilia

O Programa Primeira Infância Completa ganha dois novos instrumentos para estimular a leitura nos anos iniciais da vida de crianças: um kit de livros para crianças de 0 a 3 anos e um vídeo pedagógico. O evento de lançamento aconteceu no dia 12/8/2014, no Rio de Janeiro (RJ), e teve o objetivo de apresentar o material a gestores e educadores das Unidades de Educação Infantil.
A mesa de abertura conta com a presença da coordenadora de Educação da UNESCO no Brasil, Rebeca Otero; do gerente regional da Faber Castell, Marcos Albuquerque; e da coordenadora de Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, Simone Souza. 

Leitura na Primeira Infância
Estudos e pesquisas sobre linguagem e desenvolvimento do letramento demonstram que os primeiros anos de vida, de 0 a 3 anos, são fundamentais para a construção de atitudes reflexivas, da subjetividade e da sensibilidade. Nessa fase é interessante promover o desenvolvimento do vocabulário e da sintaxe, que exercem um papel importante para um bom desempenho escolar e para melhorar as habilidades de leitura nas séries subsequentes. 
Nesse sentido, o incentivo à leitura na primeira infância se constitui em uma estratégia necessária e para a aquisição de comportamentos de leitores tanto em crianças quanto em seus familiares. Para atender essa demanda, o vídeo e o kit possibilitam desenvolvimento de estratégias de leitura, podendo ser utilizados por pais, professores e todos os envolvidos com a educação de crianças. 

Sobre o Programa
O Programa Primeira Infância Completa, da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, proporciona um atendimento alternativo às crianças de 0 a 3 anos não matriculadas em creches e oferece orientação aos familiares. No âmbito do programa, estratégias de estimulo à leitura, como o kit de livros e o vídeo pedagógico, são promovidas em parceria com a UNESCO no Brasil e a Faber Castell. 

Fonte: http://www.unesco.org